a
a
HomeTextos e HistóriasSemelhanças entre Maçonaria e a Ordem DeMolay

Semelhanças entre Maçonaria e a Ordem DeMolay

Para começarmos a identificar as semelhanças e ou diferenças entre a Maçonaria e a Ordem Demolay, devemos fazer uma pequena síntese de suas histórias.

A Ordem DeMolay é uma organização de princípios filosóficos, fraternais e filantrópicos, patrocinada pela Maçonaria, para jovens do sexo masculino com idade compreendida entre os 12 e os 21 anos. Fundada nos Estados Unidos, no dia 18 de março de 1919 em Kansas City, Missouri, pelo Maçom Frank Sherman Land, é patrocinada e apoiada pela Maçonaria, oficialmente desde 1921, que na maioria dos casos cede espaço para as reuniões dos Capítulos DeMolay e Priorados da Ordem da Cavalaria – denominações das células da organização.

Na Maçonaria alguns dizem que o primeiro maçom foi Adão. Surgindo a maçonaria no Éden, ou que ela remonta a mais antiga história da civilização humana e se perdeu nas brumas do tempo. Exageros à parte, vejamos até onde a história registra o seu surgimento.

Muitos escritores maçônicos são da opinião que a maçonaria teve sua origem numa confraria de pedreiros, criada por Numa, em 715 a.C., que viajava pela Europa construindo basílicas.

Alguns acham que ela teve uma origem mais remota: seria originária dos antigos mistérios pagãos religiosos do velho Egito e da antiga Grécia. Outros admitem que ela se originou por ocasião da construção do templo de Jerusalém, no reinado de Salomão.

O início da Maçonaria Moderna, de acordo com a maioria das autoridades maçônicas, teve seu primeiro registro com a fundação da primeira Grande Loja, em Londres, 1717.

Com isso, a maçonaria, no início do século 20, sentiu a necessidade de trabalhar o caráter das pessoas desde a juventude. Com esse pensamento ela deu incentivo para a criação de instituições juvenis que prezassem pelo caráter, bom mocismo e como consequência espalhassem seus ensinamentos de amor a Deus, a pátria, respeito ao próximo, educação e amor a família pelo mundo.

Começamos a identificar as semelhanças através de suas crenças. Em ambas, acredita- se num Ser Supremo que chamam Grande Arquiteto do Universo (G:.A:.D:.U:.), a Maçonaria e de Pai Celestial, na Ordem Demolay, exigindo de seus candidatos a crença em um ser superior; comum a todas as religiões. Ambas possuem rituais próprios, de adoração, funerais, festas, juramentos, iniciações e reuniões ordinárias e formais. Reúnem-se em Templos, onde encontram-se altares e um Livro Sagrado (que pode ser a Bíblia, ou, outro livro considerado sagrado para qualquer religião). As reuniões são abertas e fechadas com uma oração, invocando a benção do Grande Arquiteto do Universo. Tem um conceito para a alma humana que é eterna e que tem a sua salvação, ou, evolução através das boas obras.

Seja na Maçonaria ou na Ordem Demolay, a maioria dos que participam dos rituais não compreende o seu verdadeiro sentido oculto. Seguem a ordem apenas com uma participação irrefletida nos rituais, apenas imitam o que os outros fazem ou mandam fazer. Para estes, a ordem não é ocultista. Tais membros desconhecem o significado misterioso de muitos dos símbolos e rituais.

Em relação a Formação da Juventude, é louvável o interesse de ambas pela juventude, visando a formar cidadãos úteis à sociedade. Este programa é certamente um foco de atração para a Ordem DeMolay. É preciso, porém, registrar que a formação da juventude pode e deve ser obtida fora de ambientes maçônicos. Precisamente, os maçons, têm oferecido notável contingente de homens beneméritos à sociedade do Brasil e do estrangeiro; de modo especial a um programa de cultivo dos valores éticos e religiosos; além do quê, em muitas instituições, ambas reúnem interessados em adquirir formação ainda mais aprofundada.

Os Rituais DeMolay e Maçom lidam com energias que habitam não somente o mundo material, mas também com forças espirituais, sendo que a principal delas que guiam, ordenam e protegem nossos trabalhos e seus membros, é a Egrégora.

Egrégora pode ser definida como “coletividade de pensamentos, objetivos e ações que estão em sintonia energética de pensamentos e emoções de espíritos e homens”.

Portanto egrégoras são energias que existem nos planos astrais e são formadas por espíritos e homens que possuem a mesma afinidade de pensamentos e desejos. Astralmente estão os espíritos vinculados a esses pensamentos que trabalham em prol da egrégora, protegendo e guinando seus membros.

O símbolo é a conexão existente entre o visível e o invisível, e toda egrégora possuí pelo menos um símbolo que pode representá-la. São através desses símbolos nós podemos acessá-las e compartilhar da sua energia. Por esse motivo que existem todos os Rituais, e por isso que eles possuem uma variedade de símbolos de acordo com os seus objetivos. Dentro dos rituais estão os símbolos relacionados com o propósito da egrégora, e estão as determinações a serem dadas aos integrantes espirituais dessa egrégora.

Por exemplo, quando emitimos um pensamento benéfico a alguém através da Cerimônia das Nove Horas, essas ondas de pensamentos ligam-se a uma energia espiritual de mesmo objetivo por meios dos símbolos utilizados no Ritual, e esta leva sua ação até onde lhe foi determinado.

Devemos entender que a egrégora por si só tem vida e, assim como acontece com nós quando temos algum pensamento maléfico, ela elimina os membros que estão fazendo mal a ela. É por esse motivo que quando uma pessoa que frequenta um Capítulo ou uma Loja “saem do ritmo” e não se encaixam no objetivo da egrégora, esta o elimina e a pessoa deixa de ir nas reuniões pelos mais diversos motivos. Assim também como acontece ao contrário, quando alguém que nunca ouviu falar em DeMolay ou Maçonaria acaba entrando em seu quadro e se torna um exemplo a ser seguido.

Por exemplo a egrégora DeMolay está vinculada a todo pensamento que corresponde as sete virtudes, seus membros são aqueles que pensam de acordo com essas virtudes e agem em suas vidas com essa postura. Mesmo para a Maçonaria que possuí uma egrégora de liberdade, igualdade e fraternidade e guia seus membros ao estudo e ao lapidar espiritual.

A Egrégora da Ordem DeMolay é um exemplo que foi formada no astral e veio ao material através dos nossos fundadores, não é à toa que os rituais “brotaram” da cabeça de Arthur Marshal durante uma noite e sua expansão alcançou limites inimagináveis, e da mesma maneira acontece com a Egrégora da Maçonaria Simbólica. E ambas fazem parte de uma egrégora ainda maior.

 

Fonte: http://www.irmaosdaordem.com.br/semelhancas-entre-maconaria-e-a-ordem-demolay/

No comments

leave a comment