Sete Maçons ou Sete Mestres?

A grande dúvida surge na própria grafia dos rituais. Não há um consenso nas regras de aplicação de siglas aos vocábulo maçônico. Teoricamente a regra é que devemos escrever a palavra até a consoante que antecede a segunda vogal. SECRetario; HOSPitaleiro; VIGilante; PALavra SEMestral. Mas encontramos MAÇ∴ (Maço ou Maçonaria?); Comp∴ (Compasso ou Companheiro?); BAL∴ (Balandrau ou Balaústre?) E para complicar ainda tem as siglas das siglas. Venerável Mestre é grafado por Ven∴ M∴ ou V∴M∴ e para economizar tinta: VM.

Por conta desta falta de uniformização é que encontramos nos rituais as mais diversas formas de responder a pergunta: – O que se torna preciso para a abertura dos trabalhos?Já encontrei:

– …….no mínimo sete IIr∴ MM∴ …….

– …….no mínimo sete IIr∴ M∴M∴ …….

– …….no mínimo sete IIr∴ MM∴ MM∴ …….

– …….no mínimo sete IIr∴ M∴M∴M∴M∴ …….

Nunca entendi a dificuldade em escrever “…….no mínimo sete Irmãos Mestres…….”.

Não pode ser “…….no mínimo sete Irmãos Maçons…….”, porque Aprendiz e Companheiros também são Maçons, mas não podem circular em Loja ou subir ao Oriente.

Mas estando apenas SETE MESTRES em Loja, que cargos devem ser ocupados?

  1. Venerável, preside a reunião e é o responsável pelo Oriente.
  2. Primeiro Vigilante, é o responsável pela Coluna do Norte.
  3. Segundo Vigilante, é o responsável pela Coluna do Sul.
  4. Orador, é o responsável pelas Leis e é ele que faz a conclusão dos trabalhos.
  5. Secretario, toda reunião tem que ter seu registro (balaustre).
  6.  Mestre de Cerimônias, é ele que fará todo o trabalho de circulação em Loja.
  7. Guarda do Templo, afinal os trabalhos necessitam de proteção.

E os outros cargos? O Orador acumulará a função de Tesoureiro, o Secretário a função do Chanceler, o Mestre de Cerimônias as funções do Hospitaleiro e dos Diáconos.

Observem que destaquei a palavra função para deixar bem claro que não se acumula cargo. Deixando bem claro: só usamos um colar. Já imaginaram que falta de bom senso o Mestre de Cerimônias com seu colar e ainda os dois de diáconos?

Não há o que reclamar se houver apenas sete Mestres na Loja, o problema está na ausência de Aprendizes e Companheiros. É muito mais salutar à Ordem Maçônica uma Loja com 03 Aprendizes, 05 Companheiros e 07 Mestres do que uma Loja com 15 Mestres sem Aprendizes e Companheiros.

Os labores maçônicos não são apenas os desenvolvidos em Grau 1, 2 e 3. Os trabalhos transcorrem justos e perfeitos não por conta da ritualística ou pelo número de presentes, mas pelo propósito da reunião. Para que nos reunimos? Para combatermos a tirania, os preconceitos e os erros. Glorificar o Direito, a Justiça e a Verdade, trabalharmos em prol do bem da Pátria e da Humanidade, não precisamos estar em grande número.

Mais vale 7 comprometidos do que 77 dispersos.

Autor: Sérgio Quirino Guimarães

Nota do Blog

Como exposto nos rituais adotados pela GLMMG, no REAA os cargos em Loja só podem ser ocupados por Mestres. Infelizmente observamos em algumas lojas o desrespeito à essa norma, colocando Companheiros para “treinar” como Mestre de Harmonia, para “treinar” como Chanceler”, para “treinar” como Tesoureiro (!!!), etc.

E por que isso acontece?

Por simplesmente não lerem o que está escrito!

 

Fonte: https://opontodentrodocirculo.wordpress.com/2015/05/27/sete-macons-ou-sete-mestres/


NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE
ADQUIRA AGORA MESMO ESTE LIVRO

Esta Coletânea reúne alguns retalhos e recortes da rica história do Grande Oriente do Brasil, primeira Potência Maçônica a se instalar em território brasileiro, em 17 de junho de 1822, em comemoração aos seus 195 anos de existência. Acesso o site oficial: www.gob195anosdehistoria.com.br

MAÇONARIA, MAÇOM, MAÇONS, LIVROS MAÇÔNICOS, LIVROS ESOTÉRICOS, GOB, COMAB, GLM, LOJA MAÇÔNICA, GRANDE LOJA MAÇÔNICA, HISTÓRIA DA MAÇONARIA, HÉLIO PEREIRA LEITE, HÉLIO P. LEITE, HPL, 195 ANOS DE FUNDAÇÃO DO GRANDE ORIENTE DO BRASIL, O GRANDE ORIENTE DO BRASIL COMEMORA 195 ANOS DE FUNDAÇÃO

195 ANOS DE FUNDAÇÃO DO

GRANDE ORIENTE DO BRASIL


MAÇONARIA, MAÇOM, MAÇONS, LIVROS MAÇÔNICOS, LIVROS ESOTÉRICOS, GOB, COMAB, GLM, LOJA MAÇÔNICA, GRANDE LOJA MAÇÔNICA, HISTÓRIA DA MAÇONARIA, HÉLIO PEREIRA LEITE, HÉLIO P. LEITE, HPL, 195 ANOS DE FUNDAÇÃO DO GRANDE ORIENTE DO BRASIL, O GRANDE ORIENTE DO BRASIL COMEMORA 195 ANOS DE FUNDAÇÃO

Este slideshow necessita de JavaScript.

 



Este slideshow necessita de JavaScript.

 



Este slideshow necessita de JavaScript.



Este slideshow necessita de JavaScript.



Este slideshow necessita de JavaScript.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta