A Flauta Mágica (Trollflojten)

NOME: A Flauta Mágica (Trollflojten)
PAÍS: Suécia  – ANO: 1975
GÊNERO: Musical
DIRETOR: Ingmar Bergman
ELENCO: Josef Kostinger, Irma Urrila
SINOPSE: Um príncipe, Tamino, e um caçador de pássaros, Papagueno, atendendo ao apelo da Rainha da Noite, aceitam a missão de resgatar a princesa Pamina, seqüestrada num castelo.  Para cumpri-la, Tamino e Papagueno recebem da Rainha da Noite, por intermédio de três de suas damas, um carrilhão e uma flauta mágicos, bem como a ajuda de três gênios, que estarão sempre por perto para guiá-los até o castelo.
MAÇONARIA: A ópera acha-se repleta de simbolismos maçons, já que, tanto o libretista, Emanuel Schikaneder, quanto Mozart, eram membros da Maçonaria austríaca.  A passagem em que Tamino e Papagueno têm que enfrentar duras provas para, se aprovados, serem admitidos na Irmandade, seria uma alusão aos ritos aos quais eram submetidos aqueles de desejavam entrar para a Maçonaria.  As crianças que fazem os papéis dos três gênios estariam representando os dois Vigilantes e o Cobridor da Maçonaria.

 

Deixe uma resposta